Caso de sucesso

Como a UniAgro cresce de forma sustentável por meio de uma cultura de dados

Acompanhe como a UniAgro cresce rápido investindo em uma cultura de BI disseminada por toda a empresa.

Sobre a empresa

Com cerca de 10 anos, a UniAgro é a maior Distribuidora Atacadista de produtos agrícolas da Bayer no estado do Rio Grande do Sul.

Desafios

• A criação de relatórios e análises dependia muito do TI, tornando o processo limitado e burocrático.

• As informações não eram disseminadas para todos os departamentos de forma eficiente.

• A criação de relatórios era demorada e os dados não eram confiáveis.

Como ajudamos

• Os usuários TARGIT hoje têm mais autonomia para criarem seus dashboards sem a ajuda do TI.

• As informações são amplamente compartilhadas e as áreas se comunicam com sinergia através de dados.

• O processo de extração e atualização de dados agora é automatizado.

UniAgro – sua origem

Com um faturamento que cresceu 106% de 2020 para 2021 e atendendo todo o estado do Rio Grande do Sul, a UniAgro é uma Distribuidora Atacadista de produtos agrícolas com um histórico de crescimento rápido e efetivo. Estamos falando de uma empresa que completa 10 anos em julho desse ano (2022), e já está com planos ambiciosos de expansão, indo para o Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

Tudo começou em 2012, quando 4 dos sócios (Andres, Mateus, Rodrigo e Fischer) eram funcionários de uma outra atacadista que optou por distribuir exclusivamente uma linha de produtos de outra marca. Os 4 agregaram mais 2 sócios (Cristiano e Sartori) e viram a oportunidade de reunir toda a sua experiência e apresentar um projeto de distribuição exclusiva Bayer na região. Nascia aí a UniAgro, hoje com mais de 70 funcionários e vem crescendo significativamente ano após ano.

“Começamos bem pequenos e foi dando certo, e hoje, por termos uma cultura ágil e respirarmos inovação, somos meio que vistos como projeto piloto para Bayer em outros estados. Se tem alguma demanda, ela primeiro vai testar conosco para depois levar para os outros atacadistas que ela tem.”

– Andres forte, Diretor Administrativo da Uniagro

Mas nem todo BI é um mar de rosas…

Ter uma ferramenta de Business Intelligence para auxiliar as empresas do setor Atacadista Distribuidor é essencial, como já falamos em outra matéria, porém nem toda a solução de Analytics é ideal para o seu negócio, e há armadilhas a serem evitadas no processo de escolha de um BI. Foi o caso da UniAgro que se depararam com limitações nas criações de análises, uma vez que a ferramenta que utilizavam era muito complicada para um usuário comum gerar seus próprios painéis de forma autônoma, sem o auxílio do TI.

“Eu sou um gestor que gosta de botar a mão na massa, de buscar e me virar com a informação, e não depender muito dos outros, e com o PowerBI eu não conseguia fazer nada, eu estava muito limitado e estava muito na mão do TI para fazer tudo.”

– Andres forte, Diretor Administrativo da UniAgro.

Sem falar que a empresa, por muito tempo, ainda sofria na mão de tediosos processos de extração e consolidação de dados direto do ERP. Segundo o Diretor da UniAgro, muitas vezes eles tinham que cruzar de 4 a 5 rotinas dentro do sistema para poder visualizar uma única informação.

Escolhendo o BI certo para o seu negócio

O primeiro passo da UniAgro rumo a uma cultura de análise de dados foi em identificar o que realmente precisavam para as particularidades de seu negócio. Segundo Andres, há pouco mais de 2 anos, eles se deparam com a solução TARGIT Decision Suite, e logo se encantaram com as facilidades que um BI integrado nativamente, em seu ERP TOTVS, poderia proporcionar.

“Por ter a facilidade das rotinas que eu trabalho dentro do Winthor, elas teriam uma nomenclatura muito parecida dentro do BI, eu sabia do que estava falando, então era familiar eu montar em minutos uma análise […] então me permitiu gerar informações de uma forma rápida que eu mesmo conseguisse me virar.”

–  Andres forte, Diretor Administrativo da UniAgro.

Democratizando o BI – Finalmente!

Imagine um cenário onde todos da empresa tivessem sempre em mãos Indicadores automaticamente atualizados em seus painéis, para todas as áreas, com informações consolidas e sem esforço de criação, em um sistema “arrasta e solta” – Difícil de acreditar? – Pois, após a UniAgro adquirir o TARGIT Decision Suite, a empresa começou a democratizar suas informações, sem a burocracia oriunda da dependência do TI.

“Saímos de uma dependência de uma pessoa que tinha que fazer tudo, eu tinha que explicar o que eu queria para desenvolver – explica Everton, analista de negócios na UniAgro – “passamos para eu ter a liberdade de desenhar, planejar e criar, buscando informação sozinho.”

Mas indo além da construção individual de análise, com o BI TARGIT, a UniAgro conquistou sinergia entre os departamentos, para que todos os setores tenham as informações de que precisam, de forma consolidada, atualizada e organizada. Isso garante que os colaborares confiem nos dados passados, entendam o que é mostrado e, consequentemente, que todos estejam na mesma página em busca dos mesmos objetivos.

Os gestores, por outro lado, sempre estão acompanhando o desempenho dos setores, de forma intuitiva, seja o gestor administrativo, de marketing ou de contas.

“Não adianta ter informação só para a direção ou só para algum setor, então esse compartilhamento de informação, e a gente entender que a empresa é uma engrenagem e que um setor depende do outro, e que todo mundo tem que ter a informação clara e trabalhando pelo mesmo objetivo, tem que ser nesse nível, se não a gente não chega no resultado esperado.”

–  Andres forte, Diretor Administrativo da Uniagro.

Como a UniAgro utiliza o BI

Informação aos vendedores

Dentre as diversas atribuições que a empresa dá ao BI, hoje a UniAgro envia, todos os dias por e-mail, o relatório de produtos em estoque, possibilitando a todos os vendedores ter acesso a esse relatório, e sabendo o volume que eles têm para venda. Os vendedores abordam o cliente cientes do quanto são capazes de ofertar, qual produto podem oferecer, qual é o prazo de entrega, e se haverá demora ou não.  – “Sem esses relatórios, a gente teria a carteira estourada entre vários produtos – diz Everton – “por esses vendedores não terem essas informações.”

Informação aos fornecedores

Além do envio de relatórios aos vendedores, a UniAgro também compartilha informação aos seus fornecedores, semanalmente, como: relatórios de estoque, com os pedidos, os produtos que vão vencer, o fluxo financeiro etc. – “Eles dizem que é raro encontrar um distribuidor no Brasil inteiro que forneça esse tipo de informação para eles.” – relata Andres – “E estamos falando de multinacionais que têm tanto investimento, que são gigantes, e uma coisa tão simples eles valorizam muito.”

Governança de dados

Poder controlar quem pode acessar as informações sigilosas da empresa, ou poder compartilhar para cada usuário somente as informações de que precisam, e nada além, é primordial para garantir que dados sensíveis não caiam em mãos erradas.“Nós criamos critérios de observações onde podemos limitar quem usa e quem que vai usar o BI – explica João Vanti, analista de TI na UniAgro – e definir qual o usuário vai ter acesso a suas informações e somente a suas informações. Aonde cada dashboard que a gente desenvolveu, dependendo da área, o usuário, ou vendedor, vai ter os dados somente da área dele, mas são os mesmos dashboards para todos.”

Monitoramento de metas

“O pessoal consegue acompanhar o indicador de Meta, de Margem e de Inadimplência hoje. No ciclo passado tivemos problemas com inadimplência, com fechamento de metas, com algumas linhas de margem, mas com esse acompanhamento diário que o pessoal fez durante esse tempo, fez com que eles conseguissem levar uma gestão mais a sério e buscar esse resultado que estava lá para ser buscado, então, a galera ganhou PPR (Programa de participação de Resultados) inteirinho por ter conseguido acompanhar os números através do BI. Então a empresa ganhou porque atingiram as metas em resultados, e o time ganhou por conseguir o PPR cheio.” –  Andres forte, Diretor Administrativo da UniAgro.

Planos para ao futuro

Se a UniAgro já tem tanto sucesso somente em um estado, e em pouco menos de 10 anos, por que não levar esse sucesso para outras regiões? “O plano é expandir para fora do estado o que já estamos fazendo agora” – diz Andres – “que é ir para o Paraná, Mato Grosso, Santa Catarina, se consolidar nesse mercado, levar nossa cultura, nosso jeito de fazer negócio para esses estados também e continuar a crescer com qualidade. Cada vez a gente vai ter mais gente, mais processos, mais sistemas, então a gente tem que ter a maturidade de conciliar tudo isso e crescer de uma maneira sustentável.”

Além disso, segundo Andres, a empresa já está almejando a construção de um Centro de Distribuição logístico, com cerca de 2500m² e um escritório até 2023, em um planejamento de 15 milhões de reais.

E o BI não está de fora, o próximo passo para a UniAgro com seus projetos de BI e Analytics é otimizá-lo ao ponto de não enxergarem somente relatórios de necessidades, mas começar a criar relatórios de oportunidades, ou seja, não só diagnosticar processos em busca de melhorias, ou pendências operacionais, mas ir atrás de inovação e pioneirismo no setor.

Veja mais

Como escolher a solução de BI ideal para a sua empresa?

10 minutos de leitura